20 de abr de 2014

CUIDADOS BÁSICOS COM O CABELO


Cada pessoa é única. E o cabelo também. A saúde dos fios depende de vários fatores, sobretudo da forma como cuidamos dele diariamente. Muita coisa influencia, genética, nossa alimentação e até a forma como procedemos a higienização. Atualmente, é difícil encontrar uma mulher que não tenha feito algum processo químico no cabelo. Seja porque precisa esconder os fios brancos, seja por vontade de mudar a aparência. Por isso, os cuidados precisam ser redobrados.  Diante dessa situação, resolvi reunir algumas dicas básicas para cuidarmos dos nossos fios, dicas que foram dadas por vários profissionais especializados (dermatologistas e profissionais que pesquisam e trabalham com cabelos todos os dias.
(1) ÁGUA QUENTE. Lavar os cabelos com água quente é sempre um motivo para maior ressecamento. A água quente abre a cutícula e danifica a cutícula do fio. Portanto, procure pelo menos usar água morna no início da lavagem e finalizar com um jato de água fria.
(2) ÁGUA FRIA. A água fria ativa o brilho do cabelo, pois ela provoca a vasoconstrição e fecha a cutícula, proporcionando mais brilho.
(3) DORMIR COM CABELO MOLHADO. Evite fazer isso, pois a retenção de água faz com que os fungos e bactérias se proliferem. E também, pode ativar a queda de cabelo, além de deixá-lo mais oleoso e quebradiço. Quando dormimos, nosso metabolismo fica mais lento e o cabelo demora mais para secar.
(4) TROCAR O SHAMPOO. Essa troca deve ocorrer a cada três meses, pois o cabelo vicia com o produto e, com tempo, não mais reage como deveria.
(5) CORTE COM FREQÜÊNCIA. Corte as pontas para remover as pontas duplas e deixá-lo mais resistente.
(6) LAVAGEM DIÁRIA. É indicada sobretudo para quem sofre de queda capilar. Quem faz coloração ou qualquer processo químico, a lavagem pode acontecer em dias alternados, pois o cabelo fica mais sensível e fragilizado ao uso da água.
(7) CABELOS COM QUÍMICA. Devem ser muito bem lavados e hidratados a cada lavagem. E usar produtos com maior força de hidratação deve ser considerada.
(8) O SHAMPOO. Quem tem cabelos mais fininhos e ralos (eu tô nessa lista) não precisa de uma quantidade grande de shampoo. Para remover a oleosidade, é melhor fazer duas aplicações do produto na mesma lavagem, potencializando a remoção da oleosidade. A primeira aplicação normalmente não provoca tanta espuma. Isso aumenta na segunda aplicação. A escolha do shampoo deve estar condicionada ao tipo de cabelo, além da química que ele recebe, se for o caso.
(9) HIDRATAÇÃO. Deve-se ter cuidado para não aplicar o produto de hidratação no couro cabeludo. A escolha de um produto não indicado por um profissional pode implicar em lesões no couro cabeludo.
(10) MASSAGEM CAPILAR. Precisamos tomar cuidado com a massagem no couro cabeludo, pois ela ativa a produção de sebo e a glândula quando muito ativada pode provocar mais oleosidade.

Nenhum comentário: