20 de out de 2010

ORGANIZANDO REMÉDIOS

Mais um post sobre organização. Agora sobre remédios. Vamos lá. Uma das coisas que eu fazia no passado, e aprendi que não se deve fazer: guardar remédios no banheiro. A umidade do ambiente pode prejudicar as propriedades, validade e sua eficácia. Por esse motivo, resolvi trocar de lugar. Agora a residência dos remédios é no meu armário. Não posso facilitar muito porque tenho criança em casa. Uma outra coisa: guardo-os em caixinhas de plástico. Uma para os comprimidos, onde também deixo o termômetro. E uma outra para os líquidos e cremes. Calma aí!!! As caixas são pequenas, pois não sou hipocondríaca. Gosto de ter sempre em casa remédios para dor de cabeça (Neosaldina, Tylenol ou Dorflex). Esses eu não gosto de deixar faltar. Como sou alérgica, preciiiiiiiso ter sempre um Claritim ou genérico nessas caixinhas. Aliás, ando sempre com um na bolsa do dia a dia. Ainda na linha dos comprimidos, também sempre tenho um relaxante muscular (a gente vai ficando velho e vai ficando cheia de "pra que isso". Agora, importante, clarooooo: anti-séptico e cicatrizante, adesivos para curativos (tipo Band-Aid), esparadrapos, gaze, algodão, pomada para queimaduras, creme anti-alergico (Creme Fenergan), descongestionamente nasal (infantil) - tipo Salsep, Hipoglós e uma pomada para áreas infectadas, tipo Nebacetim. Quase esqueço do spray para contusões e pancadas. Pronto. Minhas caixinhas de remédios se resumem a esses. É muito???? Claro, cada caso é um caso. Cada família é uma família.

Nenhum comentário: